Cartão de Memória – Maria José Valério – A Menina dos Telefones

Maria José Valério, nasceu em 6 de Maio de 1933 na Amadora.

Começou a cantar em 1950, no Liceu D. João de Castro onde era colega da atriz Lurdes Norberto.

Frequentou o Centro de Preparação de Artistas da Rádio, na então Emissora Nacional, ficando a fazer parte do elenco.

Estreou-se em 1952 na Emissora Nacional. Era sobrinha do maestro Frederico Valério, de quem gravou muitas canções.[1]

O seu nome foi ganhando projecção com o sucesso de temas como “O Polícia Sinaleiro” e ao actuar, por exemplo, no programa Serões para Trabalhadores ao lado de nomes como Rui de Mascarenhas, Gina Maria ou Paula Ribas.

O seu maior sucesso é “Menina dos Telefones”, de 1962, da autoria de Manuel Paião e Eduardo Damas.

Maria José Valério esteve casada com o toureiro José Trincheira, chegando ambos a viver cerca de um ano em Angola nos inícios da década de 1960.

Presença regular na televisão, Maria José Valério tornou-se mais conhecida das novas gerações por ser a intérprete da “Marcha do Sporting”, o Hino do Sporting Clube de Portugal e demonstrar o seu amor ao clube com uma madeixa verde pintada sobre o cabelo louro.