É Notícia nesta 2ª Feira, dia 28

. Os presidentes das câmaras de Gondomar, Paredes e Valongo admitiram poder não integrar o concurso relativo ao contrato de serviço público de transporte de passageiros na Área Metropolitana do Porto, caso não seja “benéfico” para as suas populações.

Esta tomada de posição surge depois de a Câmara Municipal do Porto anunciar que, a partir de 05 de fevereiro, linhas de operadores privados de transportes públicos ficam impedidas de entrar no centro do Porto (Bolhão), deixando os passageiros na estação de metro do estádio do Dragão.

Em causa estão alterações nas carreiras de serviço público que entram na cidade do Porto, vindas de concelhos vizinhos, pelo canal de S. Roque da Lameira, uma opção que tem gerado polémica.

O autarca de Gondomar, Marco Martins, admitiu que este “novo cenário” põe em causa a segurança, o conforto e a tranquilidade das pessoas.

. O número de portugueses com 15 ou mais anos que “raramente” ou “nunca praticaram” exercício ou desporto aumentou nos últimos anos, passando de 66% em 2009 para 74% em 2017, segundo dados divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Os dados fazem parte do Eurobarómetro (dados de Dezembro 2017) e estão publicados no relatório anual do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física (PNPAF), agora divulgado.

Em contraste, o número dos que nunca praticaram qualquer atividade situou-se nos 64%.

(Esta e outras notícias também no Maia Primeira Mão