Notícias 24/08/2018

Esta 6ª feira, dia 24, destacamos nas Notícias:

|| Começou a “Semana da Música, na Maia.

A iniciativa é da Banda Marcial de Gueifães, tem o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia da Maia e decorre no Terreiro de Gueifães.

A 9ª edição inclui um Festival de bandas filarmónicas, a Noite da Francesinha, um Festival de Folclore, Sardinhada, e outras animações ao longo de uma semana.

Este sábado, às 15h00, começa o Festival de Bandas com as Filarmónicas: Banda de Música de Lagares (Penafiel), Banda de Música S. Cipriano “A Nova” (Resende) e Banda Marcial de Gueifães (Maia). Às 21h30, atua o Grupo Musical “OSIV”.

Domingo, há sardinhada, às 12h30, às 16h30 cantares ao desafio e às 21h30 a atuação de Duo Canela e Mel.

Segunda, dia 27, às 21h30, será a vez de subir ao palco o artista Paulo Costa. Na terça, às 21h30, atua Marante (dos Diapasão).

A noite de 29 de agosto será dedicada à Francesinha “À Inovador” com música ambiente.

No dia 30 às 21h30 o espetáculo é com Marcus e bailarinas. Já a 31 de agosto, às 21h30, atua o Grupo Musical “União Salsera” (Banda Cubana).

No último dia, 1 de setembro, a animação arranca logo pela manhã, às 10h00, com uma concentração de carros antigos.

Às 15h30 realiza-se o Festival de Folclore e a Semana da Música termina com o espetáculo, às 21h30, do Grupo Musical “USKADEKASA”.

|| A Associação Portuguesa de Industriais de Pirotecnia e Explosivos vai exigir ao Governo que pague os prejuízos causados com a proibição total de lançamento de fogo-de-artifício, incluindo a devolução do dinheiro pago em taxas.

Em conferência de imprensa, o presidente da Associação Portuguesa de Industriais de Pirotecnia e Explosivos (APIPE), Carlos Macedo, afirmou que foram pagas taxas para licenciamento de lançamento de fogo para espetáculos que não chegaram a realizar-se, situação que considerou “inqualificável” porque, em muitos casos estão em causa empresas familiares que já admitem falência”.

|| Esta e outras notícias também em Maia Primeira Mão