O desempenho dos estudantes portugueses a Matemática e Ciências melhorou significativamente desde 1995, mas os resultados dos alunos do 4.º pioraram nos últimos quatro anos, segundo o estudo internacional TIMMS.

Quase 7.700 alunos portugueses voltaram a participar, no ano passado, no maior estudo internacional que avalia o desempenho dos estudantes do 4.º e 8.º anos de escolaridade a Matemática e Ciências: o TIMMS – Trends in International Mathematics and Science Study.

Os alunos portugueses colocaram Portugal no grupo dos países com um resultado acima do ponto central da escala TIMMS (500 pontos), mas entre os estudantes mais novos os resultados baixaram nos últimos quatro anos.

Em Portugal, 4.300 alunos do 4.º ano fizeram as provas de Matemática e de Ciências e a pontuação média baixou nas duas disciplinas quando comparada com os resultados em 2015.

Numa comparação entre os 58 países participantes, os portugueses ficaram em 20.º lugar a Matemática. O país mais bem classificado, Singapura, obteve 625 pontos.
Desde a primeira vez que Portugal participou nesta avaliação (em 1995) até agora, verifica-se uma melhoria gradual no desempenho dos alunos ao longo dos anos.