Queixas de consumidores

Aglomeração de pessoas em lojas, afunilamento nas caixas, ausência da distância de segurança, funcionários desprotegidos, são algumas das reclamações dos consumidores portugueses preocupados com o incumprimento das regras sanitárias nas lojas. O Portal da Queixa recebeu, desde o início da pandemia, mais de 700 reclamações.

Uma análise efetuada pelo Portal da Queixa ao setor do retalho, centros comerciais, lojas, Hiper e Supermercados revelou que o incumprimento das regras de segurança sanitária está a inquietar alguns consumidores. Entre março e 20 outubro, foram registadas na maior rede social de consumidores de Portugal 760 reclamações relacionadas com a falta de condições de segurança sanitárias nas lojas.

Os dados indicam que os meses com maiores reclamações (abril, maio e junho) coincidem com os períodos de aumento no número de infetados, um maior rigor no confinamento e posteriormente o desconfinamento; o que demonstra que nos momentos mais críticos da pandemia, os consumidores não sentiram o cuidado das marcas no que se refere à segurança sanitária.