Patrícia Mamona é vice-campeão olímpica

 

A prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 consagrou hoje a portuguesa Patrícia Mamona.

Aos 32 anos, a portuguesa chegou aos seus terceiros Jogos no ponto mais alto de uma carreira com mais de três dezenas de participações nas principais provas internacionais, de Europeus, com dois ouros, em pista coberta e ao ar livre, a Mundiais.
Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de prata no triplo salto nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

O salto de 15,01 metros (que valeu também um recorde nacional da modalidade), ao quarto ensaio, garantiu à atleta de 32 anos o 2.º lugar do pódio.

Mamona tinha já batido, logo ao primeiro salto, o seu recorde nacional, com a marca de 14.91 metros que a colocou logo nos lugares das medalhas. Três saltos depois, voltou a melhorar a distância e, a partir daí, o sonho do pódio tornou-se uma possibilidade real.

“Estou sem palavras, tudo parece super surreal”, disse Mamona, em declarações à RTP, depois da prova. “Agradeço ao meu treinador e ao meu país, Portugal”, acrescentou.

“Estou muito orgulhosa. Portugal é um país pequeno, mas conseguimos fazer coisas grandes. Estou muito emocionada”, sublinhou ainda, visivelmente comovida. “Agradeço muito todo o apoio.”