Cinco mortos e 353 infetados com covid-19 em Portugal

Portugal registou hoje 274 mortes relacionadas com a covid-19, o maior número de óbitos em 24 horas desde o início da pandemia, e 15.333 casos de infeção com o novo coronavírus, também um novo máximo diário, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O anterior máximo diário de casos de infeção tinha sido registado a 20 de janeiro (14.647) e Portugal ultrapassou hoje a barreira dos dez mil mortos desde o início da pandemia, em março do ano passado.

O boletim epidemiológico de hoje revela também que estão internadas 5.922 pessoas, mais 143 do que na sexta-feira, das quais 720 em unidades de cuidados intensivos, ou seja, mais cinco.

Estão hoje ativos 162.951, um aumento de 5.291 casos nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 10.194 mortes associadas à covid-19 e 624.469 infeções com o coronavírus SARS-Cov-2.

As autoridades de saúde têm em vigilância 206.232 contactos, mais 5.502 relativamente ao dia anterior.

O boletim regista ainda que mais 9.768 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 451.324 o número de recuperados desde o início da pandemia.

Relativamente às 274 mortes registadas nas últimas 24 horas, 122 ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, 65 na região Centro, 55 na região Norte, 23 no Alentejo e nove no Algarve. Não houve registo de mortos nas regiões autónomas de Madeira e Açores.