Vila do Conde já fechou marginal e passadiços

No âmbito do novo confinamento, o município de Vila do Conde implementou algumas das medidas indicadas pelo governo para travar a propagação da pandemia da civid-19.

Tendo em conta o contínuo aumento do número de novas infeções no concelho (1.406 novos casos por 100 mil habitantes), que mantêm Vila do Conde na lista dos concelhos de “Risco Extremo, a Câmara Municipal decidiu atualizar as medidas de prevenção: Proibição da circulação nos passadiços e na frente de mar; Proibição de permanência em espaços públicos de lazer, parques ou jardins; Proibição da utilização dos equipamentos de manutenção instalados no espaço público; Encerramento das casas de banho públicas; Encerramento do Parque João Paulo II e Reforço do policiamento em todo o concelho.

Recorde-se que o governo solicitou aos autarcas que, tal como em março e abril de 2020, limitem o acesso a locais de grande concentração de pessoas, como frentes marinhas ou ribeirinhas, e limitem a utilização de bancos de jardins e parques infantis, e locais de desporto individual, como ténis ou padel;