Primeiro Ministro anuncia 1.366 contratações no Dia do Enfermeiro1,4 milhões de consultas presenciais em 2020

Os centros de saúde realizaram menos 11,4 milhões de consultas presenciais em 2020 (-38%), enquanto os contactos à distância duplicaram de 2019 para 2020, passando de 9,1 milhões para 18,5 milhões, segundo dados hoje divulgados.

Os dados divulgados pelo Movimento Saúde em Dia, liderado pela Ordem dos Médicos (OM) e pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH), revelam também uma diminuição de 3,6 milhões nos contactos presenciais de enfermagem nos centros de saúde (menos 18%) que juntamente com as consultas médicas totalizam menos 11,4 milhões relativamente a 2019.

A análise feita pela consultora MOAI, a partir dos números oficiais do Portal da Transparência do SNS, indica igualmente uma “quebra acentuada” nos cuidados médicos presenciais nos hospitais, com menos 3,4 milhões de contactos em 2020, entre consultas, cirurgias e urgências.

Os episódios de urgência reduziram-se 31%, as consultas externas 11% e as cirurgias 18%, refere o movimento, apontando o mesmo panorama nos meios complementares de diagnóstico e terapêutica, onde só há dados disponíveis até final de novembro de 2020.