O Governo reuniu esta sexta-feira e sábado para debater e definir as novas medidas de combate à pandemia de covid-19 para a renovação do estado de emergência, por mais 15 dias, de 24 de novembro a 8 de dezembro.

António Costa apela às empresas para dispensarem trabalhadores nos dias anteriores aos feriados. Nesses dias, não há aulas presenciais e os estabelecimentos comerciais encerram às 15h.

Está proibida a circulação entre concelhos, nos dois próximos fins de semana, das 23h do dia 27 de novembro até às 05h00 do dia 2 de dezembro e das 23h do dia 4 de dezembro até às 05h00 do dia 9 de dezembro.

A máscara mantém-se obrigatória na via pública, recintos fechados e agora em locais de trabalho.
“Temos de persistir com a mesma determinação para inverter esta situação” para “esmagar taxa de incidência”, disse António Costa, logo no início da sua comunicação ao país.

17 concelhos saem da lista de risco elevado, como Aljustrel, Vila Flor, Borba e Caldas da Rainha.
De acordo com as taxas de incidência da covid-19: 65 concelhos em risco moderado, 86 concelhos em risco elevado, 80 concelhos em risco muito elevado, 47 concelhos em situação de risco extremamente elevado.