Pulseira eletrónica por violência doméstica sobre a mãe

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Fânzeres, deteve duas mulheres de 30 e 37 anos por burla e furto em residência, no concelho de Gondomar.

Na sequência de uma denúncia, os militares da Guarda encetaram um conjunto de diligências policiais que permitiram localizar as suspeitas no interior de um estabelecimento comercial, local onde se tinham refugiado e tentado dissimular os objetos furtados, depois de se aperceberem da presença da GNR nas imediações.

No decorrer da ação foram apreendidos duas pulseiras em ouro; um par de brincos em ouro; um relógio de bolso banhado a ouro; sete anéis em ouro e 770 euros em numerário.

O material recuperado foi entregue aos legítimos proprietários.

As detidas, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial do Porto, onde lhes foram aplicadas as medidas de coação de apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência, proibição de frequentar o concelho de Gondomar e proibição de contacto entre as arguidas.

Para prevenir as burlas, a GNR recomenda que não se forneça informações pessoais ou de conhecidos a indivíduos estranhos e que se desconfie de esquemas que ofereçam dinheiro fácil.