As ondas arrastam, esta madrugada quatro militares da Escola da Póvoa de Varzim, uma jovem de 20 anos está desaparecida.

Um grupo de oito militares do Exército, em formação na Escola de Serviços, na Póvoa de Varzim, que estava de folga, deslocou-se à praia da Lagoa, na localidade de Aver-o-Mar, esta madrugada. Duas jovens decidiram ir molhar os pés e foram arrastadas pelas ondas. Dois amigos tentaram ajudar. O alerta foi dado às 4h48 da madrugada.

“Os jovens estavam junto à linha de água e foram apanhados pela ondulação. Uma jovem com cerca de 20 anos está desaparecida e os outros três foram resgatados com vida e encaminhados ao Hospital da Póvoa”, disse à agência Lusa o capitão do Porto e comandante-local da Polícia Marítima da Póvoa de Varzim e de Vila do Conde, Ferreira Teles.

Os três jovens resgatados estavam estáveis e conscientes.

Ferreira Teles explicou que nesta fase estão elementos dos bombeiros da Póvoa de Varzim e da Polícia Marítima a fazer buscas a pé, na praia, estando no mar uma embarcação salva-vidas e a sobrevoar a zona um helicóptero da Força Aérea.

“As buscas foram iniciadas logo de madrugada, após o alerta, e ao nascer do sol solicitámos o apoio de um helicóptero da Força Aérea. Também nessa altura foi possível sair a embarcação salva-vidas para fazer buscas por mar”, disse o comandante.

O Exército lamentou em comunicado o sucedido, encontrando-se a prestar apoio psicológico aos militares envolvidos no incidente e aos familiares da militar desaparecida. Foi imediatamente instaurado um processo de averiguações sobre o incidente.