Greve na CP provoca atrasos e suspensões

Apesar de prever realizar a “larga maioria dos seus comboios”, a CP alertou para a possibilidade de ocorrência de “alguns atrasos e supressões, a nível nacional”, face à greve dos trabalhadores às horas extraordinárias, entre esta segunda-feira e 17 de maio.

Apesar de prever realizar a “larga maioria dos seus comboios”, a CP alertou para a possibilidade de ocorrência de “alguns atrasos e supressões, a nível nacional”.

Os clientes com bilhetes para viajar em comboios alfa pendular, intercidades, inter-regional e regional podem pedir o reembolso do valor total ou a sua revalidação, sem custos.

Os trabalhadores do setor ferroviário estão em greve às horas extra até 17 de maio, reivindicando a valorização dos salários e melhores condições de vida.

Na mesma nota, o sindicato acusou a administração da CP e o executivo de realizarem “manobras de diversão em negociações onde impera a chantagem e intransigência”, após a entrega do caderno reivindicativo, que prevê a revisão do acordo da empresa (AE), o “aumento das cláusulas de expressão pecuniária” e a subida dos salários.