PSP fez detenções na Maia e em Vila do Conde por tráfico de droga

Um homem de 56 anos, residente em São João da Madeira, foi identificado pela PSP três vezes, por violação do confinamento obrigatório. Na última fiscalização o munícipe sanjoanense, com covid-19, estava em parte incerta.

O homem, que conhecia o resultado positivo do teste à covid-19, bem como o dever de confinamento obrigatório até ao próximo dia 3 de dezembro, para evitar a propagação de doença contagiosa, foi intercetado pela PSP nos dias 28 e 29 de novembro, confirmando às autoridades que se tinha ausentado por duas vezes.

Justificou que numa das situações foi para “desanuviar” de toda a situação presentemente vivida e, na segunda data, para colocar o lixo orgânico.

Na madrugada desta segunda-feira, houve novamente notícia da violação do confinamento obrigatório por parte do mesmo cidadão.

A PSP deslocou-se ao local de residência, confirmando a ausência do indivíduo, cerca das 0.15 horas de segunda-feira. “Apesar das diligências efetuadas, não foi possível intercetá-lo”.

As ocorrências foram comunicadas ao Ministério Público.