Limite de 7.500 pessoas nas celebrações de Fátima
Imagem Sic Notícias

As celebrações da peregrinação de 12 e 13 de maio no Santuário de Fátima vão ter um limite de 7.500 pessoas, anunciou esta quarta-feira a instituição, que considera que a pandemia “ainda não oferece garantias” para acolher “sem reservas” todos os fiéis.

Numa informação disponibilizada no seu sítio na internet, o santuário refere que a peregrinação internacional aniversária de maio, presidida pelo cardeal José Tolentino de Mendonça, “volta a ser celebrada com peregrinos no recinto de oração, mas de forma ainda restrita, isto é, apenas poderão estar nas celebrações 7.500 peregrinos”.

O acolhimento será idêntico ao da peregrinação de 12 e 13 de outubro.

Segundo a mesma informação, “em articulação com as autoridades de saúde”, o santuário garante, de novo, “o acolhimento dos peregrinos em total segurança”, com a aplicação das regras em vigor no contexto de pandemia de covid-19 em todas as celebrações, como o uso obrigatório de máscara, o distanciamento físico e a higienização das mãos.

As entradas no recinto processam-se por oito locais, devidamente assinalados, nos lados norte e sul do santuário.
O santuário não vai apoiar as peregrinações a pé e pede aos fiéis que não o façam este ano.