Projeto de requalificação da Casa Barbot em Gaia seguiu para Tribunal de Contas

As obras na Casa Barbot, equipamento cultural de Vila Nova de Gaia, vão avançar “o mais tardar no primeiro semestre” de 2021, anunciou hoje a Câmara Municipal , sobre um projeto que vai ser agora alvo de parecer pelo Tribunal de Contas. A empreitada está orçada em mais de 900 mil euros.

Em fevereiro a Câmara de Vila Nova de Gaia anunciou que ia avançar com um concurso para a reabilitação da Casa Barbot, um equipamento cultural localizado na Avenida da República, e que o espaço abriria como polo de cultura para exposições e lançamento de livros.

Já hoje, em reunião camarária, o presidente da autarquia, Eduardo Vítor Rodrigues, apontou que o projeto será enviado “finalmente” para o Tribunal de Contas.

À margem da sessão, em declarações aos jornalistas, o autarca explicou a expressão “finalmente”, comentando que se trata de uma obra “ansiada” porque o equipamento “estava com debilidades”, tratando-se de um espaço “icónico” do concelho e com “tradição e peso a nível cultural”.

Sem conseguir avançar com datas precisas para o início da empreitada, Eduardo Vítor Rodrigues disse esperar ter obras na casa “mais tardar no primeiro semestre” do próximo ano.

Classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1982, a Casa Barbot foi adquirida pela autarquia de Gaia que ali instalou sede do Pelouro da Cultura, Património e Turismo, mas entretanto fechou o espaço para obras de recuperação.