A propósito do Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, que se assinala esta quinta-feira dia 25, sabe-se que a Segurança Social pretende agilizar os procedimentos para apoio nos casos de violência doméstica.

Os pedidos de apoio em casos de violência doméstica chegam sem o aviso imediato que lhes permitiria ter prioridade no tratamento por parte da Segurança Social, que se prepara para mudar os procedimentos.

Em média, há 200 mil pedidos de apoio jurídico por ano em Portugal, entre os quais os de violência doméstica, e o tempo de resposta estimado está em 70 dias.

Agora sabe-se que o Instituto está a mudar os procedimentos para tornar estes processos mais automáticos, com uma espécie de carimbo vermelho “VD” para identificar de imediato estes casos. A notícia foi avançada pelo canal CNN Portugal.