O filme sobre a vida de Tony Carreira, realizado por Jorge Pelicano, acaba de se tornar o documentário mais visto do cinema português.

Ainda que habituado ao sucesso, o cantor foi surpreendido pelos números: em conformidade com os dados do ICA (Instituto do Cinema e do Audiovisual), «Tony» já foi visto por 36.826 espectadores, ultrapassando assim o anterior recordista «Fados» de Carlos Saura, que somou o total de 34.382 espectadores.

Se ainda não viu, aqui está a sinopse:

‘Após 30 anos de canções, Tony Carreira anuncia uma pausa que ninguém imaginava. Os fãs recusam-se a acreditar que o seu cantor de sonhos os vai deixar. Ao longo da digressão de 2018 até ao derradeiro concerto na Altice Arena, Tony defronta-se com o peso da sua decisão. Mas o que leva, na verdade, o artista português com mais sucesso de todos os tempos a tomar a decisão de se afastar? Neste filme, o cantor português com mais sucesso de sempre mostra-nos o outro lado do artista, com os amigos e a família, dá-nos acesso privilegiado aos estúdios, aos bastidores e aos camarins de salas de espectáculos em todo o mundo.’