Cartão de Memória – Carlos Ramos – ‘Não Venhas Tarde’

Carlos Augusto da Silva Ramos (Lisboa, 1907 – 1969), foi um fadista e guitarrista português.

Lisboeta, natural da freguesia de Alcântara, Carlos Ramos tornou-se num dos fadistas mais queridos do público português, graças à sua voz quente e à sua postura modesta e discreta – e ao anormal número de grandes êxitos que teve, aliás ligados à popularidade crescente do disco e da televisão, meios de comunicação que soube utilizar com grande proveito no início da década de 1960.

Um dos seus maiores êxitos foi o fado-canção ‘Não Venhas Tarde’, tema que hoje recordamos no Cartão de Memória, Noar, todos os dias, às 09,30h, 11;30h, 14;30h e 21,30h.