Carlos Arteiro e Joclécio Azevedo levam “Plano inclinado” ao Centro de Memória de Vila do Conde, até ao próximo dia 30.
Uma iniciativa no âmbito do projeto “Modos de usar” de Joclécio Azevedo, desenvolvido no contexto da Circular Associação Cultural.

“Plano inclinado” resulta de um processo de colaboração entre o artista plástico Carlos Arteiro e o coreógrafo Joclécio Azevedo. A proposta inclui uma performance e uma instalação no Centro de Memória, em Vila do Conde, a partir de um diálogo à volta da escultura, da coreografia e da colaboração como formas de preparar território a encontros inesperados com a matéria, com o espaço e com o contexto local de produção.