Vila do Conde acolhe, este fim de semana, o VII Encontro Internacional de Palhaços.

Em tempos de pandemia, não há espetáculos de rua, as salas estão sujeitas a 50% da ocupação total. o programa deste ano é inteiramente dedicado aos artistas portugueses, com o tema “Palhaças e Palhaços de Portugal” e tem como palco principal o Teatro Municipal da cidade.

Num ano atípico e especialmente difícil para o setor cultural, os palhaços querem maior união, conexão e humanidade.

O primeiro dia, esta sexta feira, á dedicado às escolas. Um grupo pequeno de crianças vai, à tarde, ao Teatro Municipal e as escolas que o pretenderem, podem assistir por livestreaming. À noite o espetáculo é para os mais velhos, numa mistura de música com humor.
Sábado e domingo há diferentes propostas, anuncia Pedro Correia, da Nuvem Voadora, companhia organizadora.

A gala do Encontro Internacional de Palhaços é, tradicionalmente, um espetáculo que reverte para uma instituição solidária. Este ano, a bilheteira será entregue a uma companhia de criação cultural, ainda a definir.

O Encontro Internacional de Palhaços de Vila do Conde faz parte da história do palhaço contemporâneo em Portugal. Ao longo das várias edições tem tido um papel forte na criação e formação de novos públicos, assim como na dinamização da atividade cultural eclética de Vila do Conde. A 7ª edição decorre até domingo, no Teatro Municipal vilacondense.

Ouvir declarações aqui: