filme

O filme “Seja como for”, da realizadora portuguesa Catarina Romano, estreado no Curtas de Vila do Conde, em outubro, foi selecionado para o Festival Internacional da Curta-Metragem de Clermont-Ferrand, que decorre em janeiro, em França.

De acordo com a lista de filmes selecionados para a competição, esta será a única produção portuguesa presente no festival, cuja próxima edição será em formato híbrido, a pensar nas limitações impostas em França por causa da pandemia.

“Seja como for” é o segundo filme de Catarina Romano, uma ficção de animação sobre solidão.