Mais de 100 pessoas detidas no âmbito do estado de emergência

Mais de cem pessoas foram detidas entre 15 e 30 de janeiro pela GNR e PSP por crime de desobediência, 40 das quais por violação da obrigação de confinamento obrigatório, por incumprimento das medidas previstas no estado de emergência.
Os dados foram divulgados esta quinta-feira pelo Ministério da Administração Interna (MAI).

Segundo o balanço feito na reunião, a GNR e a PSP realizaram na segunda quinzena de janeiro 14.242 ações de fiscalização dando cumprimento às determinações do Decreto que regulamenta o Estado de Emergência.

As ações de fiscalização levaram ao encerramento de 204 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas e instaurados um total de 3.567 autos de contraordenação, dos quais 1.592 dizem respeito ao dever geral de recolhimento domiciliário.

Dos autos instaurados, 740 são por incumprimento do uso de máscara nas vias e espaços públicos e 91 em salas de espetáculos.

Nos aeroportos, dos 4.522 passageiros controlados, oriundos de países da União Europeia e do Espaço Schengen, 363 não apresentavam comprovativo de realização de teste para despiste da infeção.