centro rastreio maia_imagem de arquivo

A Câmara da Maia anuncia que vai avançar com testes nos lares de idosos, públicos e privados, sendo que os primeiros testes podem avançar já na terça-feira.

A Câmara Municipal da Maia está a organizar, em estreita articulação com as autoridades de saúde a nível local e regional, uma operação logística com vista à realização de testes RNa a todos os idosos hospedados em lares de terceira idade, públicos e privados, sediados no concelho.
 
O município tem estado a trabalhar no desenho institucional e operacional deste plano que será levado à prática já na próxima semana, estando prevista a realização dos primeiros testes na próxima terça-feira.
 
António Silva Tiago, presidente da Câmara da Maia, considera: “os nossos seniores são um património humano da comunidade que nos merece o mais profundo respeito, admiração e gratidão. Temos de ser dignos do legado que nos transmitiram, dedicando-nos uma vida de trabalho e de muitos sacrifícios. Somos o que somos como comunidade, porque eles durante a sua vida ativa nos deram o melhor das suas vidas e, por isso, são credores da nossa incondicional dedicação e cuidado”.

O presidente do executivo assegura que, “enquanto líder da comunidade concelhia”, nunca os abandonará, sublinhando: “tudo farei para que juntos consigamos vencer esta crise sanitária, fazendo tudo o que estiver ao meu alcance para os proteger, determinação em que tenho a certeza de ser acompanhado por todos os maiatos sem exceção…”
 
Entretanto, foi criado um grupo de trabalho constituído por dois elementos do corpo clínico da autoridade de saúde local e por dois elementos da autarquia maiata, para definir os critérios essenciais que vão reger esta operação no terreno.
São parceiros também neste grupo o laboratório SYNLAB e a comunidade académica, para garantir o número de testes a realizar diariamente e promover a máxima celeridade na obtenção dos resultados.